English essa@ipb.pt Mapa do Site Mini-URL IPB
 
Untitled Document

Pós-Graduação em Educação Emocional

 
O Curso
A bibliografia mais atual (Kathryn Thory, 2013) apresenta um progressivo interesse e análise em torno desta questão: o treino de regulação ou gestão de emoções em ambiente laboratorial, ou seja, num espaço controlado e formativo, e da sua mais valia na vida relacional das equipas de trabalho. Além disto também estas estratégias pessoais de regulação vem sendo estudada (Dana Yagil, 2012) nos ambientes de trabalho, como forma de identificar estratégias promotoras de desenvolvimento relacional. Atualmente, o estudo de estratégias de formas comportamentais para gerir os afetos, tornou-se tema pertinente em todas as etapas de vida, e em todos os contextos de vida relacional.

O conceito de Competência Emocional (Veiga-Branco, 2007) e o de Competências Emocionais (Saarni, 1997, 2000; Bisquerra 2003, 2005, 2007; Alvarez, 2001) foram desenvolvidos a partir do conceito original de Inteligência Emocional (Salovey & Mayer, 1994)  - difundido para  a comunidade em geral, a partir da obra Inteligência Emocional  de Goleman (1995) – e tem tido uma progressiva e consistente presença nas publicações científicas.

Assim, esta formação partiu da conceção de que a Educação Emocional é uma forma transversal de educar para a vida, e as Competências emocionais como Competências básicas para a vida (Bisquerra, 2005), capazes de promover a auto educação de afetos, seja em contexto de núcleos familiares, de equipas ou  trabalhos cuidativos.
 
Finalidade da Formação

Tornar-se uma pessoa emocionalmente competente, para poder desenvolver-se progressivamente e de forma orientada, usando para isto as ferramentas que o conhecimento atual disponibiliza, sem preconceito e hierarquia das ciências. Defende-se que os sujeitos podem desenvolver a sua auto consciência emocional, usando os conhecimentos abordados, como ferramentas inteligentes para a sua gestão de emoções, aprendendo a aprender a ultrapassar momentos difíceis e criando consciências sucessivas para desenvolver a sua auto motivação, fazendo de cada perda um desafio, utilizando os conhecimentos de si mesmo para desenvolver um bom nível de Empatia e conseguir fazer uma eficaz gestão de emoções em grupos. 
 
 
Objetivos

A Educação Emocional com base numa Metodologia essencialmente activa (Dinâmica de Grupos, análise reflexiva em grupos, Workshops, Role Playing para análise dialógica, etc) tem como Objetivos:

1. Desenvolver nos formandos as Competências Emocionais de: Reconhecimento, Compreensão e Gestão de emoções ao nível intra e inter pessoal; de Conhecimento e Compreensão da Motivação pessoal e auto-motivação e do Reconhecimento da pertinência das Habilidades Relacionais e Sociais.

2. Aprender a desenvolver estratégias de auto ou hetero gestão de emoções, utilizando os conhecimentos de terapias complementares.

3. Reconhecer a necessidade da implementação de Formação em Educação Emocional, de forma transversal, ao longo do processo formativo, no actual Sistema Educativo.

Candidaturas
Candidaturas: de 16 de junho a 29 de agosto de 2014

A candidatura pode ser realizada ao balcão dos Serviços Académicos do IPB ou via CTT para o seguinte endereço:
Serviços Académicos
Instituto Politécnico de Bragança
Campus Santa Apolónia
5300-253 Bragança

Para cursos de pós-graduação:

- Boletim de candidatura;
- Documento comprovativo das habilitações exigidas;
- Curriculum Vitae redigido em impresso próprio;
- Documentos que considere relevantes para apreciação do processo;
- Fotocópia do Bilhete de Identidade;
- Fotocópia do Número de Identificação Fiscal;
- Procuração, quando for caso disso;
- Caso opte pela inscrição via CTT, deverá enviar cheque para pagamento dos emolumentos do processo de candidatura, no valor de 25,00 € (vinte e cinco euros).

Destinatários
- Licenciados -  pelo menos - em qualquer área científica, considerando:

1. Técnicos de Educação: Professores, Educadores, Formadores técnicos, Educadores Sociais, Técnicos de Trabalho Social, Animadores Culturais, etc.

2. Técnicos de Saúde (ao nível da Promoção e qualquer nível de Prevenção): Médicos, Enfermeiros, Dietistas, Nutricionistas, Gerontólogos, Técnicos de Análises Clínicas, Técnicos de Farmácia, etc.

3. Prestadores de Serviços à Comunidade: Técnicos juristas, Magistrados, Bancários, Técnicos de contas, Economistas, Empresários ou Gestores de recursos em empresas públicas e ou privadas, etc.

4. Gestores, de Departamentos em que o capital seja de recursos humanos, etc.

5. Sujeitos com qualquer outra função social política e ou cultural, desde que estejam genuinamente motivados para o seu desenvolvimento emocional.

NOTA: a formação e o desenvolvimento do sujeito em Educação Emocional, é um conteúdo inespecífico e transversal aos seres humanos. A diversidade de formação académica, de área científica ou técnica de trabalho será uma mais-valia para as análises reflexivas e a análise dialógica.
Descrição de Preço Unitário/Inscrito (mínimo)
- Taxa de Candidatura 25 €
- Propinas 100 €/ mês durante 10 meses

- O número Mínimo - 8 Formandos,
- Máximo - 25 formandos.
Planeamento

- Duração: 2 semestres (30 semanas) com 30 ECTS.
- Período pós-laboral: sexta-feira à tarde e sábado num total de 10 horas/semana

Número de horas por semana

Serão respeitadas as propostas dos eventuais candidatos. Exceptualmente, e no sentido da maior e melhor aquisição de Competências para os formandos, poderá haver sequências directas de: 2 módulos em dois dias, se os formandos assim o solicitarem. Em proposta base: Horário Pós-laboral, em frequência quinzenal ou semanal nos dias de Sexta-feira (5h) e sábado (10h).

Total de Horas do Curso
- 300 Horas (30 semanas previstas)


 
Avenida D. Afonso V - 5300-121 Bragança | Tel.: (+351) 273 330 950 - Fax.: (+351) 273 327 915